Dicas, Edição

Organize Suas Fotos: Passo-a-Passo Para Importar No Lightroom Como Um Pró

Apesar de rápido e intuitivo, organizar suas fotos no Lightroom pode não ser tão fácil quanto você gostaria. Antes de começar você já se pergunta: devo criar um catálogo ou vários? É melhor organizar por data ou por pasta? Como fazer backup das fotos e dos catálogos do Lightroom?

Depois de sofrer anos com essas perguntas, encontrei soluções para organizar meu acervo e parar de sofrer a cada nova importação. O resultado eu vou dividir passo a passo com você nesse artigo.

Qual a melhor forma de importar as fotos no LR?

Se você é marinheiro de primeira viagem, cuidado. O Lightroom não importa nenhuma foto de fato. Na verdade, ele cria um link entre o arquivo original e o catálogo. Esse é um dos grandes segredos do sucesso do programa porque assim você pode criar cópias virtuais e aplicar edições sem precisar duplicar ou alterar o arquivo original.

Lightroom cria um link entre sua foto e o programa
Fique atento, as fotos não ficam “dentro do Lightroom”. Ele só cria um link entre o endereço da foto no computador e o programa.

A melhor forma de importar as fotos no Lightroom depende do tipo de seu tipo de trabalho. Vou apresentar as maneiras mais comuns e você pode escolher entre elas – ou alterar qualquer uma delas para atender melhor suas necessidades.

Vamos por partes

Se você é novo ou não tem muita experiência no LR, essa seção vai trazer as principais etapas do processo de importação.

Se você já é um veterano pode ir direto para o próximo tópico 😉

Como importar fotos e vídeos no Lightroom

Impotar no lightroom é muito simples: basta usar o comando CTRL+Shift_I (ou CMD+Shift+I se for Mac) ou acessar Arquivo/importar fotos e vídeos. Apesar de ser muita coisa para absorver no começo, eu vou garantir que você só precise ler isso uma vez e depois seja capaz de automatizar tudo – mas se quiser levantar para pegar um café, vá antes de começar a ler essa seção. Se você prometer voltar, eu prometo te esperar aqui. (:

Importar é fácil: aperte Ctrl+shift+i  e escolha a origem das imagens.
Importar é fácil: aperte Ctrl+shift+i e escolha a origem das imagens.

Ao selecionar importar fotos, o LR abre a caixa de diálogo de importação com os seguintes itens:

Origem: essa vai ser a fonte de onde suas fotos serão importadas para o Lightroom. Geralmente é o Cartão de Memória mas podem ser pastas do computador ou do seu HD externo.

A origem é o local onde suas imagens estão, pode ser o Cartão de Memória, uma pasta no computador ou um hd externo.
A origem é o local onde suas imagens estão, pode ser o Cartão de Memória, uma pasta no computador ou um hd externo.

Siga esses três passos rápidos para melhorar seu fluxo de trabalho na importação:

  • marque a caixa “ejetar cartão após importação” e nunca mais tenha um ataque do coração ao esquecer de remover o cartão com segurança;
  • Vá em Preferências/geral e marque as duas primeiras opções de importação. A opção “mostrar caixa de dialogo importação quando um cartão de memória for detectado” agiliza muito sua vida; e,
  • Selecione a importação ‘atual/anterior’ vai te ajudar a não ter que configurar tudo de novo a cada importação.
    Captura de Tela 2015-07-31 às 17.19.39

Área de conteúdo: aqui estão suas fotos e vídeos dispostos na melhor maneira possível para você marcar o que vai para o catálogo. Existem dois modos de visualizar suas imagens, em grade ou em lupa. Use as teclas de atalho G e E para alternar entre os modos.

aréa de conteúdo

Modo de Grade (G): ele te da uma noção geral de tudo que tem na sua origem (incluindo as subpastas se você quiser). Na parte inferior do painel você tem as opções Marcar tudo ou Desmarcar tudo que fazem exatamente o que o nome diz. Você também pode classificar a ordem das imagens e mudar o tamanho das miniaturas.
Captura de Tela 2015-07-24 às 17.52.19

Modo Lupa (E): se quiser ver a imagem com mais detalhes ou checar a nitidez, use o modo Lupa. Ele permite visualizar uma imagem por vez e tem o botão “incluir na importação” logo abaixo.

Captura de Tela 2015-07-31 às 17.13.44

FOTO MODO LUPA

Nota pessoal: uso muito mais o modo grade. Na medida do possível, tenho um cartão de memória para cada trabalho e isso facilita muito meu fluxo de importação. Assim só precisar colocar o cartão, tudo já vem marcado por preset e vou fazer outras coisas enquanto o LR importa.

Se você quiser selecionar diversas fotos em sequência, basta segurar o Shift e Clicar; Isso funciona exatamente como no Explorer e no Finder. Se quiser uma seleção alternada, use Ctrl + Click.

Segure Shift ou Ctrl Para selecionar várias fotos. Repare que as fotos marcadas ficam destacadas.
Segure Shift ou Ctrl Para selecionar várias fotos. Repare que as fotos marcadas ficam destacadas.

Também da pra adicionar flags mas isso eu explico depois.

Copiar, Mover, Adicionar ou Copiar como DNG? Qual o melhor modo de importação do Lightroom?

Existem quatro modos para importar seus arquivos no Lightroom:

Captura de Tela 2015-07-24 às 17.31.58

Copiar: copia o arquivo para uma pasta de destino. É muito indicado para importar de Cartões de Memória;

Copiar duplicar o arquivo
Mover: move o arquivo para uma pasta de destino e o exclui da pasta de origem. Essa é a solução mais simples para importar arquivos de pastas e evitar duplicatas mas é bem lenta;

mover deleta o arquivo original e copiar para outro lugar

Adicionar: cria uma referência de onde os arquivos estão para Lightroom, assim as pastas originais se mantém intactas. Essa é uma boa (e rápida) opção se você quer importar pastas inteiras para o catálogo sem modificar a organização;

adicionar cria um link sem mover o arquivo orginal

Copiar como DNG: copia os arquivos e os converte no formato de Negativo Digital da Adobe. Muito indicado para quem fotografa em Raw porque diminui o tamanho do arquivo e mantém os aspectos do arquivo(se você não fotografar em Raw, leia isso).
converter em DNG mantém características Raw

Pronto. O pior já passou. Agora que você já decidiu como importar suas fotos, vamos pra parte mais divertida e que pode agilizar muito, muito seu ritmo de edição e garantir seus backups.

Como facilitar sua edição no Lightroom?

Essa é a seção mais útil na aba de importação para quem precisar editar rápido. Além disso, entender como funciona a pasta de Destino vai te ajudar a fazer backups mais rápidos – ainda pretendo fazer uma postagem exclusiva sobre backups então já me avise se tiver alguma dúvida.

Na aba da direita, vou falar dos seus três melhores amigos na importação:

 

  • Tratamento de arquivos
  • Aplicar durante importação
  • Destino

Tratamento de arquivosCaptura de Tela 2015-07-24 às 17.31.40

O tratamento de arquivos é um dos que mais agiliza seu fluxo de trabalho na hora de editar. As opções de renderização (que por si só já seriam um post) tem quatro opções mas eu sugiro que você use duas: ou padrão ou 1:1. Por quê? Simples. Em breve seu computador vai ficar (ou já ficou) cheio de arquivos e você vai precisar transferir tudo para um HD externo. Além de tornarem o trabalho mais rápido, as visualizações podem ser convertidas em pré-visualizações inteligentes!

A pré-visualização inteligente permite que você acesse, edite e exporte suas imagens que estão em um HD externo mesmo quando ele está desconectado! É isso mesmo que você leu: é possível usar quase todos os recursos do Lightroom com imagens off-line.

Além disso, você vai querer marcar a opção “não importar possíveis duplicatas”. Se você tem outro HD externo, sugiro fazer uma cópia em segundo plano para ter backups dos arquivos originais. Esse é o único modo de fazer backup das fotos e vídeos no Lightroom. Quando o programa pergunta se quer fazer um Backup de Segurança, na verdade ele só está criando uma cópia do Catálogo e não dos arquivos (lembra que eu disse: “o LR não importa as fotos de fato”?). Mas vou te dar uma dica pra resolver isso, continue lendo!

Aplicar durante a importação

Captura de Tela 2015-07-24 às 17.31.20

Você pode fazer muita coisa aqui. Mas por enquanto vamos nos concentrar nas palavras-chave. Clique nessa pequena caixa e escreva todas as possíveis palavras para as fotos que está importando. Por exemplo, nessa foto já escrevi o nome da série e o do fotógrafo mas ainda poderia escrever o tipo de fotografia, o nome da modelo, a árvore (ipê), o tipo de fotografia (natureza, artística) e etc.

As palavras-chave são essências para organizar seus arquivos a curto e longo prazo. Talvez agora você não se preocupe muito com isso mas quando tiver 20mil fotos vai ser bom encontrar exatamente o que procura simplesmente digitando a palavra.

Destino

Captura de Tela 2015-07-31 às 17.14.41

A pasta de destino é onde você vai guardar os arquivos brutos que o Lightroom vai tratar. O modo como você organiza suas pastas não faz nenhuma diferença para o programa se você tiver uma mínima organização por palavras-chave. Entretanto, você vai precisar manter alguma ordem para facilitar seus backups no futuro. Esse texto já está gigante, então vou escrever outro especialmente sobre como organizar os arquivos para facilitar bakcups.

Por enquanto, basta você decidir se prefere organizar por data ou por pasta/subpasta. Organizar por data é mais fácil e prático para quem está começando a usar o LR ou só fotografa como hobby. Se você usa fotografia profissionalmente, atende vários clientes ou faz muitas viagens, leia esse texto onde eu explico melhor as formas de organização.

Pronto! Agora você sabe tudo que precisa saber

Captura de Tela 2015-07-24 às 17.33.08Antes de clicar no botão importar e começar a ser feliz, sugiro que você crie um preset com tudo que você já fez – assim não vai precisar repetir nenhum desses processos no futuro. Eu te desafio a fazer mais: crie vários presets com outras possibilidades. Assim como prometi, vou te ajudar a nunca mais ter que ler tudo isso de novo: Nesse link tem um Passo-a-passo simples com tudo que você precisa para criar presets de importação em poucos cliques!

Captura de Tela 2015-07-31 às 17.24.24

Espero que esse artigo tenha te ajudado com tudo que você precisa saber para importar suas fotos no Lightroom. Se não, pode deixar um comentário dizendo o que precisa melhorar ou qual sua dúvida, vou ficar feliz em responder. Ou entre na minha comunidade no facebook, aqui eu transformo as dúvidas do pessoal em novas postagens!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *