Dicas

Como Um Hábito Simples Mudou Minha Forma de Fotografar | 6/20

É feriado, eu sei, mas vamos continuar com a série de posts para você fotografar melhor em 20 dias. Ontem falamos sobre inspiração, hoje vamos falar sobre precaução e como um hábito simples melhorou muito meu dia a dia como fotógrafo.

Lelo-6815

“Fotografar, é colocar na mesma linha de mira, a cabeça, o olho e o coração”, está célebre frase de Henri Cartier-Bresson já deve ter ecoado um milhão de vezes durante aulas de fotografia. Mas afinal, o que realmente significa colocar tudo isso na mesma linha de mira? Repetir as palavras como mantra não te ajuda a fotografar melhor, mas entender um conceito simples a partir dela me ajudou a levar minha fotografia a outro nível.

C-B era pintor antes de fotografar, conhecedor das paletas de cores e dos detalhes da pintura. Quando apresentaram-lhe a primeira câmera fotográfica, o pintor ficou encantado. A capacidade de produzir instantâneos era fascinante mas ninguém se torna o maior fotógrafo de todos os tempos à toa. Cartier-Bresson conhecia as regras de composição (o olho), tinha os ideais e os sentimentos para contar histórias (o coração) mas além disso, conhecia como ninguém seu equipamento (a cabeça). Não importa se profissional ou amador, conhecer a fundo sua câmera pode ser decisivo para fotografar melhor.

Como sempre, vamos por partes:

Leia seu manual: Com certeza seu manual não é tão interessante quanto um bom livro mas ele te ensina muito sobre como usar sua câmera. Invista uma noite ou mais em ler o manual e fique íntimo da sua câmera. Isso vai te ajudar toda a vez que for fotografar. A maioria dos manuais estão disponíveis online – então você só precisa pesquisar no google e salva-lo no seu celular pra consultas futuras.

Prepare seu equipamento na véspera: Carregar baterias, esvaziar cartão e limpar lentes é como fazer uma revisão no carro antes de viajar. Nada destrói mais a sua confiança do que sair para fotografar preocupado com o equipamento. Além disso, nada mais constrangedor do que acabar a bateria no meio da sessão. Você estudou por muito tempo para fotografar bem, então não faz sentido perder um clique por falta de organização!

Conheça/cheque seu equipamento:
Checar velocidade, diafragma e ISO em segundos é um hábito que levou tempo para se incorporar – e de vez em quando eu ainda saiu por aí clicando ao som com ISO alto e me arrependo. Encare isso como uma regra de segurança: certifique-se de configurar a câmera antes de começar a clicar (ver se está em Raw ou JPEG, por exemplo); e sempre verifique os elementos da exposição (velocidade do obturador, abertura do diafragma e ISO) antes do clique.

Aproveite seu dia dos pais! Se quiser outras dicas para fotografar nesse feriado, dê uma olhada nas dias de composição, ângulo e cores dos dias anteriores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *